Faça seu Cadastro



Usuário
A Cidade Históricos de Prefeitos

1º DÁCIO DE SOUSA BORGES - 31/01/1963 a 31/01/1969

Entrou em cena mais uma vez a bravura do comerciante Dácio de Sousa Borges, o primeiro prefeito eleito por voto popular em Lima Campos. Assumiu a Prefeitura em 31/01/63 a 31/01/69. Como prefeito, Dácio continuou a ser o mesmo comerciante de antes, preferindo o balcão de sua loja ao gabinete da prefeitura. Foi Dácio quem construiu o Prédio da Prefeitura Municipal que hoje é a Câmara de Vereadores da cidade e muitas escolas da sede e nos povoados. Na trajetória política surgiu a primeira divergência de opiniões entre Dácio e Amaro Pedrosa, que desejava candidatar-se a prefeito, mas sabia que se permanecesse no mesmo partido não receberia o apoio das lideranças para sua candidatura, já que esta vaga estava reservada ao ex-prefeito interino, Cássio Mota. E Dácio elegeu com facilidade o seu sucessor. Sua luta pela emancipação de nossa terra foi sem dúvida o fator primordial para mais esta vitória. FALECEU EM 27/05/2009

 

2º CÁSSIO SALOMÃO MOTA - 31/01/1969 a 31/01/1973

Em 31/01/69 assume novamente Cássio Salomão Mota, que chegou pondo ordem na casa e limpando completamente as ruas da cidade e até disciplinando os funcionários com trajes e horários. Cássio Mota chegou a ser apelidado de “ditador” e no seu governo destaca-se importantes obras como: energia, estradas, hospital municipal e a Unidade Bandeirantes (hoje Centro de Ensino João E. da Silva) que foi um marco educacional em nossa cidade. Mesmo com relevantes feitos, Cássio Mota não chegou ao fim de seu mandato com popularidade, e este foi o fato que deu vitória ao seu adversário.

 

3º AMARO PEDROSA - 31/01/1973 a 31/01/1977

Amaro Pedrosa assumiu em 31/01/73 e iniciou seu governo com demissões de funcionários, já que o mesmo era oposição do governo anterior; dentre estes rejeitados, citamos Edison Sá e Daniel Cavalcante, sendo que no final do mandato o próprio Amaro reconduziu Edison ao cargo que lhe tirara. Com poucas realizações em obras, não tardou para surgir às desilusões dos próprios fanáticos que o elegeram. Amaro manteve algumas amizades, nomeou funcionários municipais para uma melhor distribuição de rendas e após uma acirrada disputa e muitas adesões, foi eleito o candidato que ele apoiava.

FACECEU EM 04/05/2007

 

4º JOÃO EPIFÂNIO DA SILVA - 31/01/1977 a 31/01/1983

João Epifânio da Silva tomou posse em 31/01/77 e iniciou seu mandato com muita vontade de trabalhar. E era preciso! As escolas precisavam de manutenção e o mercado municipal precisava ser concluído. Deve-se a esta administração a construção da Escola Artur Azevedo e o calçamento de nossas ruas, fato este que fez João Epifânio crescer visivelmente no conceito do eleitorado. João elegeu seu candidato com expressiva maioria em relação ao candidato opositor.

 

5º JOSÉ DE SOUSA - 31/01/1983 a 31/12/1988

E chegamos a 31/01/83 dia em que assumiu José de Sousa em clima de paz e prosperidade. O marco de sua obra foi a compra e reforma do prédio que até hoje é a sede da prefeitura. Continuou o calçamento das ruas e manteve a cidade limpa.  E algo inusitado aconteceu; a dissidência entre José de Sousa e João Epifânio, que o colocara no poder. Foi uma manchete que deu o que falar, e sem chances de reatar a amizade. Sousa reconheceu que era a hora e vez daquele que por muitos anos já vinha sendo um simples secretário de todos os governantes anteriores e lançou e apoiou a candidatura de Edison Sá.

FALECEU EM 16/12/2011

 

6º JOSÉ EDISON FEITOSA DE SÁ - 01/01/1989 a 31/12/1992

Entra em cena o mandato de Edison Sá, que tomou posse em 01/01/89. Foi o prefeito mais preparado para o exercício do ofício, já que por mais de vinte anos vinha assessorando os administradores e com inteligência dominou as artimanhas que o cargo exigia. Prestou serviços relevantes à zona rural, continuou calçando ruas, construiu escolas e casas de farinha em alguns povoados. Mais uma vez, a população limacampense iria presenciar uma artimanha da política, pois, José de Sousa pretendia ser novamente apoiado por Edison e não foi. O previsível aconteceu e ele, José de Sousa, uniu-se novamente com João Epifânio e somaram assim as suas forças para eleger a candidata da oposição.

 

7º MARIA DE FÁTIMA LOPES - 01/01/1993 a 31/12/1996

Era 01/01/93 quando assumiu a prefeitura de Lima Campos a Srª Maria de Fátima Lopes – primeira e única mulher até hoje a ocupar o cargo. Fátima como era e ainda é conhecida, foi hábil em conseguir ajuda do governo estadual e federal para fazer a limpeza do açude. Construiu também a Unidade de Ensino José Adeodato no bairro da Toca da raposa. Deu-se início neste governo as reclamações trabalhistas, ou seja, o povo foi despertado a reclamar e ganhar na justiça os seus direitos. Com certeza, a ex-prefeita ainda tem seus admiradores e sem dúvida nenhuma inspira ainda outras mulheres a galgar lugares antes ocupados apenas pelo sexo masculino. Fátima não conseguiu eleger o seu candidato que era João Epifânio.

 

8º JOSÉ EDISON FEITOSA DE SÁ - 01/01/1997 a 31/12/2000

Pela segunda vez, a Prefeitura Municipal foi governada por Edison Sá que voltou ao poder aclamado pelo povo que já o conhecia e assumiu novamente em 01/01/97. Em seu segundo mandato, o então prefeito Edison, pode ter a prova concreta do peso que também é administrar. Nem tudo são flores, e foi sem dúvida alguma a época de muitos espinhos; reclamações trabalhistas, precatórias a pagar, e outras devastações ocasionadas pelos governantes anteriores. A lei tornou-se mais rigorosa, Edison teve mais uma vez que usar a experiência em prol de tomar medidas cabíveis para tantos problemas, mesmo assim, reformou praticamente todas as escolas da sede e povoados, do hospital e ainda construiu o atual Colégio Newtom Bello e reformou o antigo que passou a se chamar Escola Maria Sá. Construiu os esgotos pluviais da Av. Jk e outras ruas, e providenciou os conselhos de educação, saúde, assistência social e o conselho tutelar. Embora tenha também realizado o primeiro concurso público, foi um período de muito descontentamento entre adversários, amigos do mesmo partido e até dos próprios funcionários.

 

9º ARISTÓTELES MOTA CURVINA - 01/01/2001 a 31/12/2004

O povo optou em eleger o Dr. Aristóteles Mota Curvina que tomou posse em 01/01/2001. Aristóteles foi o vice-prefeito de Edison, mas agora ganhou a eleição como seu adversário e derrotando o candidato apoiado pelo ex-prefeito. Adquiriu ambulância, deu continuidade em manutenção das estradas vicinais e fez o aterro da barragem pantanosa entre o açude e a Praça Duque de Caxias. O médico era carismático e a função extra-administrador o colocava em contato direto com o povo. Porém, pode-se dizer que tal fato não foi aproveitado pelo gestor e algumas incoerências administrativas foram sem dúvida alguma, o fator primordial que fizeram o povo desta vez eleger o candidato que ele derrotara na eleição anterior.

 

10º FRANCISCO GEREMIAS DE MEDEIROS (XARIM) - 01/01/2005 a 31/12/2008

Chegamos a 01/01/2005 data esta que assumiu Francisco Geremias de Medeiros – O Xarim. O ex-paneleiro como era conhecido, torna-se agora o mais novo gestor municipal e conseguiu feitos importantes como tantos outros. Continuou melhorando estradas e escolas, adquiriu mais transportes escolares e construiu em parceria com o governo o Farol da Educação. Implantou o sistema de abastecimento de água em diversos povoados e construiu muitos postos de saúde. Asfaltou o bairro Roseana Sarney e levou asfalto também à zona rural. Transformou completamente o campo de futebol Cajueirão e fez outras proezas que o fizeram ser reeleito.

 

11º FRANCISCO GEREMIAS DE MEDEIROS (XARIM) - 01/01/2009 a 31/12/2012

Em 01/01/2009, Xarim torna-se o primeiro prefeito eleito em mandato consecutivo. E o tempo de vitória continuou, com avanços, problemas e tudo o que é comum na jornada. Xarim sempre manteve contato com os ex-governantes e sempre gostou de pedir e ouvir opiniões dos pioneiros limacampenses. Sua popularidade o fez ganhar vários títulos de destaque como administrador do município. Continuou fazendo obras em parceria com seu maior colaborador, o vice-prefeito Jailson Fausto. Lima Campos ganhou uma escola modelo (Maria Sá), novos transportes escolares, o novo hospital municipal e os mais belos portais da região maranhense, e para finalizar a matéria, podemos dizer que esta obra é muito reverenciada por alguns e criticada por outros, fato este que serve de exemplo para acreditar-se que a vida política é uma constante reviravolta, onde muitos podem sentir-se agraciados ou ludibriados. O atual prefeito é ciente que nunca conseguirá agradar a todos, mas acredita que de alguma forma já contribuiu para o desenvolvimento de nossa história.

RELATOS HISTÓRICOS COLHIDOS E EDITADOS POR SIDNEY BORGES